Os 6 estágios do crescimento pessoal

The 6 Stages of Personal Growth

O desenvolvimento pessoal é um processo que envolve muitos passos. É uma jornada para toda a vida. Este artigo descreve os seis principais estágios do crescimento pessoal.

Esses estágios de crescimento pessoal são naturalmente recorrentes e podem se tornar cíclicos com mais crescimento, metas e obstáculos na vida.

Vale ressaltar que esses estágios nem sempre ocorrem de forma linear. Os estágios também são freqüentemente recíprocos um ao outro.

Esses estágios podem se aplicar a você ou à sua vida como um todo ou a determinadas áreas de sua vida, bem como a novos obstáculos e objetivos que surgem. Por exemplo, você pode estar no estágio 4 na área de carreira de sua vida, mas no estágio 1 com seus relacionamentos.

Além disso, lembre-se de que não há necessidade de acelerar o processo. É importante começar pequeno e dar pequenos passos ao longo do caminho.

Abrace, aproveite e aceite cada etapa. Sempre há algo a ser aprendido e ganho em cada etapa.

Fique gentil consigo mesmo e com os outros no processo. Todo mundo progride em taxas diferentes. Não é uma corrida e ser desnecessariamente difícil para você ou para os outros só impedirá o crescimento.

Aqui estão os seis principais estágios do desenvolvimento pessoal:

1. Sem saber

Nesta fase, há inconsciência e inconsciência da vida. Esta é a fase de crescimento pré-pessoal. Algumas pessoas e problemas não saem desse estágio. Negação, ignorância intencional e ingenuidade são comuns nesse estágio.

Quando nos recusamos a reconhecer nossos problemas, nossas bênçãos, nossas falhas e nossos pontos fortes, ficamos presos nesse estágio. Nós também podemos tender a autodestruir, não nos sentirmos satisfeitos quando atingirmos nossos objetivos, e permanecermos rígidos quando estivermos presos nesse estágio.

Tenha em mente que enquanto você pode não estar neste estágio como um todo ou para tudo, você pode estar neste estágio com certas coisas em sua vida das quais você não tem plena consciência e consciência.

Esta fase não é totalmente negativa embora. Este é o estágio inicial para qualquer coisa nova que nos acontece ou qualquer coisa nova que aprendamos. Podemos facilmente passar por esse estágio com uma mente aberta, curiosidade e aprendizado. Podemos nos sentir perdidos ou um senso de desorientação às vezes. Passar por esta fase pode ser divertido para alguns, mas assustador para os outros.

Muitos erros podem ser cometidos nesta fase, mas isso também significa que muito aprendizado pode acontecer.

A confiança pode ser alta nesta fase, mas não por uma boa razão que também pode nos manter presos nesse estágio. O excesso de confiança pode nos impedir de aprender e ganhar consciência.

Esse estágio é semelhante ao primeiro estágio do efeito Dunning-Kruger, que é um viés cognitivo quando se trata de aprender algo novo. Às vezes, quanto menos sabemos, mais pensamos saber o que pode nos deter neste estágio.

2. Conscientização

Aqui é onde o crescimento pessoal começa a acontecer. Quando alcançamos esse estágio, despertamos para a realidade e recuperamos nossos sentidos. Nós enfrentamos os fatos. Nós nos tornamos conscientes da verdade neste estágio. Nós aprendemos e percebemos coisas sobre nós mesmos e nossas vidas.

Nosso conhecimento de nós mesmos é realizado, em vez de rejeitado.

Nós nos tornamos mais abertos para aprender, conhecer, perceber e sentir, mesmo que isso possa ser difícil às vezes.

Consciência permite que você descubra e obtenha uma profunda compreensão de si mesmo e da vida ao seu redor.

Enfrentamos nossos problemas de frente, em vez de ignorá-los ou afastá-los.

Também prestamos atenção às nossas habilidades, nossas ideias, nosso conhecimento, nossos sucessos e potencial, em vez de minimizá-los.

Dúvida, medo, incerteza, auto-ódio e auto-desconfiança, no entanto, podem nos manter presos neste estágio.

3. Aceitação

Aceitação é o que acontece quando há um verdadeiro crescimento pessoal. Você pode ter mudanças sem aceitação. A aceitação faz com que qualquer mudança se torne um crescimento pessoal.

A aceitação é um sentimento profundo e saudável de amor próprio. Se tentarmos perder peso sem auto-aceitação, não apenas teremos dificuldades, mas também provavelmente não nos sentiremos felizes ou satisfeitos com nossos resultados, independentemente de atingirmos a meta.

Aceitação pode parecer agradável e positiva, mas pode ser assustador e desconfortável para alguns, especialmente para coisas que são difíceis de aceitar sobre nós mesmos e situações em nossas vidas.

Ter aceitação significa ter um senso saudável de amor e respeito.

A aceitação é semelhante ao perdão, pois não é necessariamente gostar de certos fatos sobre a nossa vida ou coisas sobre nós mesmos, nem necessariamente tolerar ações e decisões que tomamos. O ponto é parar de resistir com raiva, ódio, desprezo e desgosto. Aprendemos a deixá-lo ir e estar do nosso lado. A auto-aceitação nos permite ser um amigo para nós mesmos.

Podemos escolher aceitar o que é com a neutralidade e o amor e fazer mudanças para melhor ou podemos escolher desperdiçar nossa energia lutando contra nós mesmos e batendo a nós mesmos ou ao mundo por isso.

Alguém atingido por dúvidas, culpa, raiva e ódio a si mesmo terá problemas com a aceitação.

4. Responsabilidade

Nesta fase, aprendemos que temos que tomar as coisas em nossas próprias mãos para evocar o crescimento pessoal, em vez de depender de outras pessoas para nos salvar ou de alguma sorte aleatória de chegar até nós.

Nós decidimos e aprendemos a viver de forma proativa e não reativa.

Quando ganhamos responsabilidade, a vida acontece para nós e não para nós.

Você percebe que ninguém vai te salvar. Ninguém vai resolver todos os seus problemas. Cabe a você para tornar a mudança possível. Esta fase é ao mesmo tempo assustadora, mas libertadora. Pode parecer um fardo, mas é fortalecedor.

Somos responsáveis ​​por nossas próprias vidas e nossa felicidade pessoal. Ninguém e nada mais é. Uma vez que percebemos isso e tomamos isso, podemos passar para o próximo estágio.

5. Aplicação

A maioria das pessoas pode ficar presa nesse estágio. É uma fase empolgante, mas quando a motivação acaba, desistimos ou nos desviamos. Obstáculos também podem atrapalhar, especialmente os inesperados. Nesse estágio, começamos a aprender, estabelecendo metas, planejando e agindo nesses planos.

As três chaves necessárias neste estágio são:

  • Autodisciplina
  • Um forte “porquê” (motivação)
  • Foco

A autodisciplina é vital neste estágio, assim como se esforça para permanecer motivado. O que também é importante é priorizar o que queremos alcançar e, então, nos concentrar no motivo pelo qual queremos alcançar o que queremos alcançar.

Somos criaturas emocionais e agimos de acordo com o que estamos sentindo no momento. Colocar nossos valores e objetivos fortes por trás de nossos objetivos torna esse estágio mais fácil, além de manter nossos objetivos à nossa frente. Precisamos ser motivados emocionalmente pelos nossos objetivos.

É importante ganhar e ter clareza nesse estágio também, em vez de apenas ter planos e metas vagos.

Ficar preso ou estagnado ou negligente neste estágio pode nos levar de volta aos estágios anteriores.

6. Objetivo

Nesse estágio, aprendemos a viver com propósito e intenção. Nós nos certificamos de continuar fortes e fazer alguma manutenção neste estágio.

Nós não paramos de crescer uma vez que alcançamos nosso objetivo ou estamos “felizes”.

Continuamos crescendo e aprendendo. Hábitos e mentalidade são fortes nesta fase que permite um maior crescimento.

Nós nos abraçamos, aceitamos e buscamos mudanças e crescimento em nossas vidas.

Nesse estágio, voluntariamente nos voltamos aos estágios iniciais do crescimento pessoal com outros objetivos, obstáculos e áreas da vida.

Quando vivemos com propósito, constantemente e ativamente fazemos o nosso melhor para viver com consciência, consciência, aceitação, responsabilidade, aplicação e propósito com nossas vidas, nós mesmos e outros.

Nós também continuamos a nos tornar melhores em viver nossas vidas dessa forma continuando a aprender e crescer, mas não deixando a adversidade embotar nossa luz.

A jornada em direção ao crescimento pessoal continua.

O crescimento pessoal não é necessariamente fácil, mas é gratificante. Uma vez que aprendamos os estágios necessários de crescimento pessoal, podemos trazer mais crescimento, sucesso, enriquecimento e felicidade para nossas vidas.


Isabella Gura é a autora e criadora do ReachingSelf.com. Ela escreve artigos para ajudar as pessoas a alcançarem seus objetivos, tornarem-se seus mais eus e viverem suas melhores vidas.

https://reachingself.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *